"Sair de um blog sem comentar é como visitar alguém e ir embora sem se despedir..."
Terça-feira, 31 de Agosto de 2010

Sintomas para despistar o cancro

Sangue na urina e no recto

anemia

nódulos no peito

tosse acompanhada de sangue

dificuldade em engolir

sangue vaginal após a menopausa

e resultados anómalos nos exames da próstata 

 

Estes são os oito sintomas mais frequentemente associados ao cancro e que devem despertar a atenção das pessoas.

 

Estes sintomas, que podem ajudar a despistar o cancro, foram identificados num estudo divulgado pela revista britânica ‘British Journal of General Practice'. Segundo a investigação, em certos grupos etários, estes sintomas ajudam a prever, de forma certeira, a presença de um tumor, pelo que o paciente deverá ser encaminhado para um médico.

O presidente do Colégio de Oncologia da Ordem dos Médicos, Jorge Espírito Santo, considera que há sintomas que devem ser valorizados na despistagem de um cancro e que devem motivar uma pessoa a ir ao médico. Estes sintomas são "sinais de alerta" que os clínicos "valorizam muito", sem que isso signifique, contudo, que, na presença deles, uma pessoa tenha mesmo cancro. E exemplificou: "A leitura dos sintomas não pode ser directa, porque nem todos os doentes que têm hemorragias pelo recto têm um cancro no intestino, nem todos os doentes com perda de sangue na expectoração têm cancro do pulmão e nem todas as doentes com perda de sangue vaginal têm tumores no colo do útero".

Jorge Espírito Santo sublinha que os clínicos valorizam muito os sinais de alerta mas, primeiro, devem ser as pessoas com esses sintomas "que devem ir logo ao médico, para que possa avaliá-los".

Os cientistas procuravam sintomas que indicassem a presença de um cancro em, pelo menos, vinte casos. Para elaborarem a lista dos oito sintomas, cruzaram os dados de 25 estudos, que lhes permitiram concluir que em caso de pessoas menores de 55 anos, apenas dois sintomas - resultados anómalos de exames da próstata e nódulos mamários - indicavam um risco de cinco por cento de cancro.

 

CANCRO DA PRÓSTATA AFECTA MILHARES NO PAÍS

No caso do cancro da próstata, este tumor é rastreado especificamente através de uma análise ao sangue em que se avalia o marcador Antígeno Prostático Específico (substância produzida pela próstata), designada por PSA. Os resultados de um rastreio do cancro da próstata, em Lisboa, apontaram para a existência de cerca de 110 mil portugueses com a doença, que causa cerca de 1800 mortes por ano. Quanto ao cancro da mama, surgem cerca de 4500 novos casos por ano e este tumor mata, todos os dias, quatro mulheres.

 

Fonte: Correio da Manhã

 

Postado por Isa às 08:29
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
| | partilhar
Segunda-feira, 30 de Agosto de 2010

O inimigo silencioso das mulheres

Diz o Correio da Manhã que embora com baixa incidência, o cancro do ovário é o mais letal entre os tumores ginecológicos. Em Portugal, a taxa de mortalidade ascende, anualmente, a três em cada cem mil mulheres.

Postado por Isa às 11:21
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
| | partilhar
Sexta-feira, 27 de Agosto de 2010

"Falsa médica" do IPO é um homem

A Divisão de Investigação Criminal da PSP do Porto deteve um homem, de 46 anos, suspeito de ter enganado pacientes do IPO através de "consultas" telefónicas em que as induzia a praticarem actos sexuais.

O indivíduo, de 46 anos, foi apanhado em flagrante a contactar uma das vítimas e é de Santo Tirso. O Comando da PSP do Porto remete mais esclarecimentos para  uma conferência de imprensa na manhã de hoje, sexta-feira.

Como o JN noticiou, o Instituto Português de Oncologia ( IPO ) foi a instituição mais citada em dezenas de casos de mulheres enganadas com suspeitas de cancro e induzidas a praticarem actos sexuais em "consultas" telefónicas. O esquema estende-se ao Centro e Sul.

Há casos em Vizela, em Aveiro, como evidenciavam testemunhos recolhidos pelo JN, em Gaia, em Guimarães e em Lisboa, a acrescentar às situações do Hospital de S. João, denunciadas ontem pelo JN. São vários os nomes dos hospitais usados neste esquema de fraude, mas o IPO do Porto será o que reúne mais queixas.

Foi, aliás, com base em reclamações apresentadas por esta unidade de saúde que o Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) do Ministério Público do Porto iniciou uma investigação, em 2006, que acabou arquivada, como noticiou o JN.

 

Fonte: JN

Postado por Isa às 11:45
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
Quarta-feira, 25 de Agosto de 2010

Hoje homenagem a António Feio

A iniciativa começa no Espaço Memória do TEC, e termina no Auditório Mirita Casimiro, no Monte Estoril, onde será descerrada uma placa. A partir de quarta- feira, o nome de António Feio ficará fixado nas paredes do Auditório Mirita Casimiro junto aos de Mirita, Zita Duarte, Maria Barroso, Eunice Muñoz ou Anna Paula.

Na cerimónia, a Câmara de Cascais vai propor a entrega da Medalha de Mérito Cultural a António Feio, a título póstumo, e a Junta de Freguesia de Carcavelos a inauguração de uma rua em Carcavelos, onde aquele viveu muitos anos, disse João Vasco, membro do elenco do TEC.

 

 

Os quatro filhos de António Feio estão "indignados" por não terem sido convidados a estar presentes na homenagem ao actor que acontece hoje no Teatro Experimental de Cascais (TEC).

Na página do falecido actor na rede social do Facebook escreveram a seguinte mensagem: "É com tristeza e indignação que os quatro filhos informam que, para a homenagem que terá lugar no TEC esta 4.ª-feira, não foram consultados nem convidados. É pena que num gesto de homenagem esqueçam as pessoas mais importantes da vida do nosso pai, e seus únicos representantes. A nossa colaboração e presença num evento deste tipo nunca poderão ser substituídas pelas de outro familiar/amigo. (Bárbara, Catarina, Sara e Filipe)".

Postado por Isa às 11:37
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
| | partilhar
Segunda-feira, 23 de Agosto de 2010

Hospital de Beja celebra 40 anos de serviço público

Em 1970 (parte) (d)o mundo deprimiu-se com o fim dos The Beatles, celebrou a eleição democrática do marxista Salvador Allende no Chile e regozijou-se com a entrada em vigor do Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares. Mas para a maioria dos bejenses (e, consequentemente, dos baixo-alentejanos) esse ano ficou na memória pelo dia 25 de Outubro, o dia em que "nasceu" o Hospital José Joaquim Fernandes (HJJF), que está em vias de cumprir o seu 40º aniversário.
   Ao longo destas quatro décadas, os corredores do Hospital de Beja viram de tudo um pouco pelos olhos de milhares de pacientes, familiares, médicos e enfermeiros que por lá passaram. Quarenta anos de dias e noites guiados pelo espírito de cuidar e tratar o próximo, em que se celebraram muitos milagres e choraram algumas tragédias.
   Estes 40 anos "representam muita memória e muita coisa boa. Quando uma instituição deste quilate tem 40 anos de história, isso representa um património extraordinariamente valioso", assinala ao "CA" o actual presidente do conselho de administração da Ulsba – Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (estrutura onde a unidade hospitalar bejense está desde 2008 inserida), Rui Sousa Santos.
   
Benemérita Dona Lina
   
   A história do hospital de Beja remonta a 1490 e ao então duque de Beja, o futuro D. Manuel I. Durante séculos, a unidade funcionou no centro histórico da cidade, até que a 25 de Outubro de 1970 foram inauguradas as actuais instalações do a partir daí Hospital José Joaquim Fernandes, numa cerimónia que trouxe a Beja o Presidente da República à altura, Américo Thomaz. Um momento que "começou" sete anos antes, em 1963, com um gesto só ao alcance de uma grande mulher como era a recentemente falecida Carolina Almodôvar Fernandes (D.ª Lina, como era carinhosamente tratada por todos) e "registado" para a posteridade nas páginas do Diário da República [em baixo].
   "Pela benemérita D. Carolina Almodôvar Fernandes, foram doados ao Estado, para serem aplicados na construção do hospital regional de Beja, bens avaliados em cerca de 14.000 contos, com a condição de ao referido hospital ficar ligado o nome do seu falecido marido, José Joaquim Fernandes, e de a obra estar concluída no prazo de três anos e meio. Segundo estudos já elaborados pela Comissão de Construções Hospitalares, o custo da construção e do equipamento do novo hospital, com capacidade para 200 camas, susceptível de ulterior ampliação para cerca de 300, pode estimar-se em 16.000 contos, pelo que será diminuto o encargo a suportar pelo Estado", lia-se no decreto-lei 45.226 do Ministério das Finanças e Obras Públicas, aprovado pelo Governo da República a 4 de Setembro de 1963.
   As obras arrancaram pouco depois, mas só após sete anos de trabalho (o prazo de construção acabou por duplicar) a unidade abriu pela primeira vez as suas portas, ainda que com "as dificuldades próprias de 1970", como recorda o cirurgião Apolino Salveano de Almeida, ligado ao hospital de Beja desde o dia inaugural e seu director de 1980 a 1986 e, mais tarde, de 1994 a 2002.
   "Foi uma felicidade muito grande estar a viver ao lado e dentro de toda esta alteração, de toda a gente que passou por aqui e de toda esta dinâmica hospitalar. Arranjei muitos amigos através do hospital", acrescenta o clínico, lembrando "que a seguir a 1975 [o HJJF] esteve sempre no topo dos hospitais escolhidos por internos". "Foi uma casa que muito nos honrou a todos os que cá prestámos serviço e que nós também honrámos com a nossa dedicação", acrescenta com notório orgulho.
   
Hospital... e escola!
   De 1970 a 2010 não foram só os anos que passaram. Também os cuidados médicos evoluíram abissalmente, assim como a realidade da região se transfigurou completamente. Diferenças que se notam, inevitavelmente, naquilo que é hoje o Hospital José Joaquim Fernandes.
   "Houve uma evolução francamente positiva, pois este hospital soube não se cristalizar. Acho que houve gente sempre capaz de puxar as coisas para a frente", argumenta Rui Sousa Santos, que sendo natural do Porto está a trabalhar no hospital de Beja desde 2 de Janeiro de 1980. Trinta anos de ligação afectiva à unidade bejense que lhe permitem enaltecer, a título de exemplo, o papel desenvolvido ao longo de décadas por médicos como Jacinto Brito Lança, Horácio Flores (ambos já falecidos) ou João Covas Lima.
   "Foram pessoas que marcaram esta casa, pessoas que na altura fizeram a sua opção e que conseguiram marcar a memória desta instituição, sendo responsáveis pela formação de várias gerações de profissionais que hoje têm responsabilidades a nível nacional", sublinha o presidente do conselho de administração da Ulsba, que não esquece o dia 15 de Dezembro de 2006, quando os três médicos foram distinguidos pelo então ministro Correia de Campos com a medalha de ouro do Ministério da Saúde.
   "Esse momento foi, para mim, simbolicamente muito importante, porque traduz exactamente o reconhecimento, por parte da tutela, da qualidade daquilo que foi feito" no hospital de Beja, justifica.
   Mas se ao longo dos anos o hospital bejense tem sido uma verdadeira "escola" de muitos e bons médicos, tem também sentido na pele algumas dificuldades. Sobretudo, diz Rui Sousa Santos, a "retracção de disponibilidade de médicos no mercado", o que causa grandes "dores de cabeça" em especialidades como Cardiologia, Otorrinolaringologia e Urologia. "E isto limita a nossa capacidade de resposta", vinca.
   
Futuro em construção
   Constrangimentos à parte, se o passado e o presente orgulham Rui Sousa Santos, o futuro enche-o de ambição. Com o projecto da Ulsba a entrar em velocidade de cruzeiro e a qualidade dos serviços a melhorar a olhos vistos, este responsável aponta agora dois grandes projectos ao nível do hardware do HJJF: a construção da segunda fase da unidade e da nova Unidade de Psiquiatria e Saúde Mental.
   O primeiro, explica Sousa Santos, é um sonho com 15 anos e para avançar "no contexto actual" está dependente de "uma questão de opção política". "Mas gostaria muito que essa decisão fosse tomada dentro de pouco tempo", continua este responsável, explicando tratar-se de um investimento de 23 milhões de euros que iria dotar o HJJF de um novo bloco operatório, novas unidades de cuidados intensivos e vestiário central, assim como acolher o serviço de urgências e as consultas externas.
   "Avançar com este projecto seria um salto qualitativo extremamente grande para esta casa. […] E tendo em conta que a sua entrada em funcionamento coincidiria com o período de ascensão da formação de novos profissionais em Portugal, seriam criadas as condições para que houvesse aqui um novo fôlego na casa", argumenta.
   Mais adiantado está o projecto da nova Unidade de Psiquiatria e Saúde Mental, cuja construção deve arrancar na próxima segunda-feira, 16 de Agosto, num investimento de 1,2 milhões de euros. "Somos o único hospital distrital que não tem internamento nesta área, o que levanta problemas", justifica Rui Sousa Santos, lembrando que as actuais instalações da unidade funcionam há 20 anos em quatro apartamentos, "solução provisória" que se transformou, "à boa maneira portuguesa", em "definitivamente provisória", "com todos os problemas que isso representa para os outros condóminos do prédio, que têm tido uma paciência de Job".

 

fonte: Correio Alentejo

Postado por Isa às 09:28
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
| | partilhar
Quinta-feira, 19 de Agosto de 2010

Congresso Mundial do Cancro arranca hoje na China

A 20ª edição decorre em Shenzen até 21 de Agosto

Promovido pela União Internacional Contra o Cancro, o Congresso Mundial arranca na China com o objectivo de debater os desafios actuais e futuros da prevenção deste mal,
Sobre a mesa estarão também temas relacionados com tratamentos, cuidados com o paciente e controle do tabaco.

Segundo relatório da autoria da Sociedade Americana do Cancro, o cancro é a doença no mundo com maior impacto económico, pelas mortes e perda de produtividade.

De acordo com o presidente da União Internacional contra o Cancro, David Hill, aproximadamente um terço de todos os casos de cancro podem ser prevenidos, “mas é necessária a acção urgente do Governo, da comunidade médica e dos indivíduos para deter o aumento do número de mortes pela doença.”

Neste sentido, a 20 edição deste encontro prevê dar seguimento aos seguintes propósitos: transformar pesquisas científicas e comportamentais em acções de prevenção, detecção precoce, apoio psicossocial e cuidados paliativos; entender as implicações económicas das intervenções visando o controle do cancro, tanto nos países desenvolvidos como em desenvolvimento, os quais apresentam os melhores resultados; estimular o desenvolvimento de parcerias entre países dos hemisférios Norte e do Sul; e implementar programas efectivos de controlo do tabaco.

 

Fonte: Sapo Saude

Postado por Isa às 17:40
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
| | partilhar
Terça-feira, 17 de Agosto de 2010

Roteiro da unidade móvel da LPCC no Concelho de Aljustrel

27, 28 e 29 de Agosto – Messejana
23 de Agosto a 13 de Setembro – Aljustrel
15 e 16 de Setembro – Rio de Moinhos
20, 21 e 22 de Setembro – São João de Negrilhos
28 de Setembro a 6 de Outubro - Ervidel

Postado por Isa às 23:20
link do post | comentar | favorito
| | partilhar

.As minhas fotos - Alentejo

.Eu

.Contacto

isabelguerreiro@net.sapo.pt

.links

.posts recentes

. Até sempre...

. Seis recomendações para e...

. Oncologia no Alentejo

. Serpa: Rastreio Cancro da...

. O ultimo

. Venha Correr ou Andar por...

. 4 anos daminha reconstruç...

. "A batalha que nós não es...

. Uma historia de vida, nes...

. Um dia pela Vida...

.arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.favoritos

. Está a chegar o final do ...

. Tia Bia

. Novo passo no tratamento ...

. Avó Nena

. Tia Bia

. Amor

. Mãe

. Pai

. Manas

. Obrigado

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar

 
Todos os artigos e matérias publicadas neste blog, bem como as informações sobre procedimentos de exames e diagnósticos aqui inseridos, têm carácter estritamente informativo e não devem ser utilizadas de forma alguma para a realização de auto-diagnóstico, auto-tratamento e ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

.últ. comentários

As lojas Ortopédicas da Universo Senior no Colombo...
Tudo graças ao th melhor herbalist no mundo, eu te...
boa tarde, tenho uma amiga que acho que vai fazer ...
O seu blog e muito interessante com muitos conteud...
Tambem quis comprar e nao achei! A editora ja nao ...
Obrigado pela informação publicada :-)Bem-hajaJN
Prima, fiquei emocionada com o teu testemunho.Semp...
Olá, boa noite descobri o vosso blog por acaso,mas...
Excelente informaçao . Tenta neste site que os adv...
OláEncontrei por acaso o seu blog.Tive uma experiê...

.mais comentados

44 comentários
28 comentários
25 comentários
24 comentários
23 comentários

.Visitas

.tags

. todas as tags