"Sair de um blog sem comentar é como visitar alguém e ir embora sem se despedir..."
Quarta-feira, 13 de Junho de 2007

Dúvidas da reconstrução mamária - parte I

Outra dúvida bastante comum se refere ao tipo de anestesia utilizada na operação. Habitualmente esta cirurgia é realizada sob anestesia geral e embora pequeno, existe o risco de qualquer anestesia.

         As técnicas de reconstrução mamária foram aperfeiçoadas e estão basicamente divididas em dois grupos: empregando implantes biomédicos ( próteses ) ou retalhos miocutâneos ( tecidos da própria paciente ).

          A escolha da técnica de reconstrução depende da opção pela inclusão de prótese ou emprego de retalho miocutâneo. A maneira mais simples é a inclusão imediata de prótese de silicone (gel ou salina), no mesmo tempo cirúrgico da mastectomia; o implante é colocado atrás da musculatura superficial do tórax e revestido com a pele e tecido subcutâneo.

        Quando não há tecido sadio suficiente para inclusão imediata, uma prótese pode ser usada para expandir a pele, este dispositivo tem uma válvula que permite a injeção ou solução salina(soro fisiológico) até atingir o volume necessário, quando então o expansor de tecidos é removido e trocado por prótese definitiva.

  O uso de tecidos da própria paciente para reconstruir a mama como os retalhos locais e os retalhos miocutâneo apresentam resultados estéticos melhores ao longo do tempo.

  O retalho de reto abdominal transfere uma grande quantidade de pele e tecido subcutâneo do abdômen inferior, para o local da mastectomia, permitindo modelar uma “nova” mama de contorno e textura muito semelhante à mama natural, o processo de retorno de sensibilidade ocorre espontaneamente após alguns meses, na maioria dos casos. Como conseqüência do reparo da área doadora é realizada uma abdominoplastia, que muitas vezes é um ganho secundário.

E a outra mama??

  A mama reconstituída e a mama natural podem  apresentar diferenças de forma e de volume, que geralmente são corrigidos num segundo tempo cirúrgico, destinado a equilibrar as mamas e retocar as cicatrizes, bem como, a reconstrução do mamilo.

Reconstrução do Mamilo

A reconstrução do mamilo normalmente é realizada após alguns meses , quando a silhueta esta estabilizada. Os tecidos para a reconstrução do mamilo ou complexo aréolo mamilar (CAM)  podem ser obtidos por rotação de retalhos locais, para projetar a papila, complementados por enxertia da placa areolar com tecidos obtidos da outra aréola , face interna da coxa ou pigmentação por tatuagem.

  Quais riscos e complicações ?

  A reconstrução mamária é um procedimento cirúrgico sujeito às intercorrências comuns a cirurgia: infecção, hematomas, deiscência, necrose do retalho, assimetria; já que o corpo humano é assimétrico e imediatamente após a cirurgia isto será mais evidente. A assimetria entre a mama reconstruída e a mama remanescente é uma intercorrência importante, pois frustra um dos principais objetivos da reconstrução que é restabelecer simetria e equilíbrio às mamas e pode necessitar de novas cirurgias corretivas.A cirurgia de inclusão de próteses podem acarretar reações cicatriciais com a contratura capsular, produzindo rigidez, dor distorção e deslocamento de prótese, provocando diferenças entre as mamas  (assimetria ), muitas vezes necessitando de cirurgia complementar. 

  Todas as cirurgias podem ter riscos e complicações. Aqueles comuns a todas as cirurgias: inchaço, equimose, sangramento,  infecção, cicatrização , anestesia e outras alterações de sensibilidade; e aqueles específicos deste tipo de cirurgia.

  Para implantes e expansores: o vazamento, formação de cápsula ou deslocamento.

  Para retalhos: a perda do retalho, enfraquecimento da área doadora ( parede abdominal) e formação de hérnia, irregularidade da nova mama e perda sangüínea significativa .

  Mais uma vez  , não deixe de lembrar: cada caso é um caso!!!!

 

 

A cicatriz de uma reconstrução mamária depende do método usado. Para expansores e implantes podemos utilizar o acesso através da cicatriz antiga. Se um retalho é utilizado, você terá uma cicatriz no local onde o retalho é removido (área doadora) e outra ao redor do retalho formando a nova mama.

    Todas as cirurgias deixam cicatrizes e todas necessitam de tempo para ficarem pouco visíveis; somente após um ano que a cicatriz estará estável. Habitualmente, fica avermelhada e elevada nos primeiros meses.                  

 

Quais os desconfortos provocados pela cirurgia?

       Durante a cirurgia pequenos nervos da pele são machucados e pode ocorrer alteração de sensibilidade e anestesia por algum tempo após a cirurgia. A hemorragia e a infecção são eventos “raros” mas podem ser preocupantes quando ocorrem.

Você poderá ter dor e desconforto após a cirurgia. A dor é limitada a poucas horas ou dias e o emprego de analgésicos minimiza o desconforto.

 

Quais os cuidados que devo tomar na volta para casa???

        Se você se submeter a uma reconstrução mamária imediata ou tardia com retalho miocutâneo deve descansar bastante, no primeiro dia fique repousando no leito, leia ou assista TV.

As cirurgias com retalho necessitam que você permaneça deitada com flexão do tronco e pernas por alguns dias para aliviar a tensão da sutura e assim diminuir o desconforto.

Em ambos os casos:

 O emprego de uma cinta  abdominal e sutiã cirúrgico vão dar firmeza aos seus movimentos e serão mantidos por algumas semanas.

 No segundo dia é aconselhável sair da cama, sentar e caminhar. A partir do terceiro dia dependendo da recuperação iniciamos o preparo da alta.

in http://www.jorgebiazus.com.br
tags:
Postado por Isa às 11:23
link | favorito
partilhar
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Eu

.Contacto

isabelguerreiro@net.sapo.pt

.links

.posts recentes

. Até sempre...

. Seis recomendações para e...

. Oncologia no Alentejo

. Serpa: Rastreio Cancro da...

. O ultimo

. Venha Correr ou Andar por...

. 4 anos daminha reconstruç...

. "A batalha que nós não es...

. Uma historia de vida, nes...

. Um dia pela Vida...

.arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.favoritos

. Está a chegar o final do ...

. Tia Bia

. Novo passo no tratamento ...

. Avó Nena

. Tia Bia

. Amor

. Mãe

. Pai

. Manas

. Obrigado

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar

 
Todos os artigos e matérias publicadas neste blog, bem como as informações sobre procedimentos de exames e diagnósticos aqui inseridos, têm carácter estritamente informativo e não devem ser utilizadas de forma alguma para a realização de auto-diagnóstico, auto-tratamento e ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

.últ. comentários

Eu gosto do jeito que você escreve
Eu gosto de seu pensamento e sua maneira de escrev...
Gostaria de saber se alguém tem conhecimento de se...
Boa tarde,Por acaso estou a passar pela situação e...
Bom dia gostaria de saber uma informação como sou ...
Tenho linfoma cutâneo doença crônica e sem cura , ...
tumor benigno na cabeca do colo do femur. grau de ...
https://escritosdispersos.blogs.sapo.pt/222610.htm...
No processo de revisão ou reavaliação, o grau de ...
Aconselho todas as pessoas que se sintam injustiça...

.mais comentados

44 comentários
28 comentários
25 comentários
24 comentários
23 comentários

.tags

. todas as tags