"Sair de um blog sem comentar é como visitar alguém e ir embora sem se despedir..."
Terça-feira, 27 de Novembro de 2007

IPO vai mesmo ficar em Lisboa

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa anunciou hoje que o Instituto Português de Oncologia vai continuar instalado em Lisboa e que a sua localização futura será o Parque da Bela Vista.

«O novo centro regional de Oncologia ficará localizado em Lisboa junto ao Parque da Bela Vista Sul», disse António Costa durante o seu ‘discurso do estado da cidade’, esta tarde, na Assembleia Municipal de Lisboa.

Recorde-se que o IPO, cujas actuais instalções são na proximidade da Praça de Espanha, tinha recebido uma proposta de Isaltino Morais para se mudar para o concelho de Oeiras.

Outra novidade no discurso de Costa é o regresso da Experimenta Design. A bienal criada por Guta Moura Guedes voltará a ter o apoio da câmara, possibilitando o seu reaparecimento em 2009, anunciou.

A Experimenta Design cancelou em 2007 aquela que seria a sua quinta edição, responsabilizando a câmara por ter lhe retirado o apoio financeiro.

Esta tarde, António Costa referiu-se também ao plano de recuperação de frente ribeirinha de Lisboa, anunciando para os próximos dias a conclusão das negociações com o Estado.

Segundo o presidente da CML, a «próxima semana será decisiva».

Este acordo fixará as responsabilidades sobre os terrenos adjacentes ao Tejo e deverá implicar uma desafectação de zonas actualmente sob a tutela da Administração do Porto de Lisboa.

in Sol

Postado por Isa às 22:58
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar

Associação Laço tem blog

Vale a pena ir fazer uma visita, mas adianto já que não dá para comentar, o que lamento

 

A laço dia a dia  http://associacaolaco.blogspot.com/

 

A Laço é uma associação de voluntariado com o objectivo de ter um impacto significativo na melhoria da prevenção, diagnóstico e tratamento do cancro da mama no nosso país.

tags: ,
Postado por Isa às 16:24
link | comentar | favorito
partilhar

Concerto de Natal para Crianças

"Sala da Música" do Palácio de Monserrate - Sintra 2 de Dezembro de 2007 às 11h00 (Primeiro Domingo de Advento)

 

Katherine Ann Fiero - Harpa Halina Berezowaska - Violoncelo António Marques - Flauta transversal

 

Contribuição:  5 € por bilhete

 

Devido ao espaço limitado, é favor confirmar a sua presença com Patricia Rainho - 938 704 740

 

Tenha em consideração que o percurso da entrada do parque até ao palácio é de cerca de 15 minutos.

Venda de bilhetes até às 10h45 no Palácio de Monserrate

 

Um evento promovido por Crown Hall

Postado por Isa às 12:23
link | comentar | favorito
partilhar
Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007

Maria

Hoje foi dia de mais um tratamento de barquiterapia da minha amiga Maria.Fica-lhe a faltar um.Espero que corra tudo bem, que ela bem merece, tá quase quase a ver-se livre deste pesadelo.

Postado por Isa às 11:24
link | comentar | favorito
partilhar
Quinta-feira, 22 de Novembro de 2007

Braquiterapia

O que é a Braquiterapia com Alto Débito de Dose (HDR " high Dose Rate ")?


"Braqui" em Grego significa "curta" distância. A Braquiterapia é um tipo de tratamento com radiações, em que a ou as fontes radioactivas são colocadas junto ou dentro dos tecidos neoplásicos, assim se designando endocavitária ou intersticial.

O Alto Débito de Dose significa que a fonte radioactiva tem uma alta intensidade de energia, permitindo tratamentos rápidos. Por esse motivo possui uma semi-vida relativamente curta o que significa que tem que ser substituída de 3 em 3 meses.

Quais são as vantagens da Braquiterapia HDR?


O Alto Débito de Dose da fonte de radiação, possibilita a realização do tratamento em minutos, permitindo que os doentes regressem de imediato ao seu lar, sem necessitarem de internamento. Os doentes não permanecem radioactivos, não havendo necessidade de se afastarem de crianças ou grávidas.

Este tipo de radiação administra uma grande dose nas imediações da fonte radioactiva, mas muito reduzida nos tecidos saudáveis da proximidade tumoral.

Existem Hospitais que utilizam Braquiterapia de Baixo Débito ("LDR - Low Dose Rate"): neste caso os doentes necessitam de estar internados por um ou vários dias, devendo estar imobilizados e isolados de outras pessoas durante o tempo do tratamento.


Como se processa o Tratamento de Braquiterapia HDR?

Após terem sido colocados os cateteres que irão transportar a fonte radioactiva, é realizado um estudo computorizado e personalizado que permita a melhor irradiação de cada situação específica. Posteriormente a fonte radioactiva é impulsionada, por controlo remoto, para dentro desses cateteres imobilizando-se por alguns segundos em posições previamente calculadas de modo a libertar a dose programada. Em caso de necessidade este tratamento pode ser suspenso se houver algum motivo que o exija sendo retomado momentos depois.


Após terem sido colocados os cateteres que irão transportar a fonte radioactiva, é realizado um estudo computorizado e personalizado que permita a melhor irradiação de cada situação específica. Posteriormente a fonte radioactiva é impulsionada, por controlo remoto, para dentro desses cateteres imobilizando-se por alguns segundos em posições previamente calculadas de modo a libertar a dose programada. Em caso de necessidade este tratamento pode ser suspenso se houver algum motivo que o exija sendo retomado momentos depois.


Quais os tratamentos possíveis?

Os tumores ginecológicos, operados ou não, têm indicação para Braquiterapia, geralmente complementar da Radioterapia Externa e, também nos últimos anos, da QuimioRadioterapia concomitante.

Outras indicações para Braquiterapia endocavitária são geralmente as situações paliativas de tumores com obstrução endobrônquica ou intraesofágica, para desobstrução e alívio sintomático ou reforço após outro tipo de terapia desobstrutiva ou prótese endoluminal.

Também de utilidade curativa em situações de pós-operatório endobrônquico com margens positivas ou como reforço de dose, muito localizada, em tumores muito precoces e de pequenas dimensões, endoluminais.

in Centro Oncológico Drª Natalia Chaves
Postado por Isa às 18:19
link | comentar | favorito
partilhar

Noticias

Ontem tive com a Carmo, encontrei-a no Modelo quando andava a fazer as compras.
Diz que tem passado bem..até diz que ficou com mais mobilidade no braço, desta última operação.
A minha amiga Maria, já não vai fazer os quatro tratamentos de radioterapia que faltavam, o médico não achou necessário.
Falta-lhe ainda fazer dois tratamentos de braquiterapia.
Quanto á minha pessoa, tenho passado bem, Graças a Deus.Faço mais um hercepetin para a semana.
Postado por Isa às 18:12
link | comentar | ver comentários (4) | favorito
partilhar
Terça-feira, 20 de Novembro de 2007

O Papel da Espiritualidade na Qualidade de Vida do Doente Oncológica em Quimioterapia

Foi publicado na revista "Cons-Ciências" de Setembro, edições Universidade Fernando Pessoa, no Porto, um estudo científico que procurou determinar se a espiritualidade pode, ou não, influenciar a qualidade de vida do doente oncológico a realizar quimioterapia.

Apesar de, internacionalmente, existir um interesse crescente e uma vasta investigação publicada sobre o papel da religiosidade e da espiritualidade ao nível da saúde, em Portugal pouca importância tem sido dada a esta questão, isto apesar de mais de 90% dos portugueses professarem algum tipo de orientação religiosa. Por isso mesmo, este é um trabalho pioneiro entre nós, inclusive pelo facto da população estudada ser constituída unicamente por doentes com cancro.

A amostra deste estudo foi recolhida no Serviço de Oncologia Médica do Hospital Distrital de Faro e na Associação Oncológica do Algarve e consistiu em 23 doentes que ali se encontravam em tratamento de quimioterapia.

Os resultados encontrados foram muito interessantes e algumas das conclusões seguem a mesma linha de outros trabalhos internacionais já publicados que se debruçaram sobre esta temática, tendo sido estabelecidas correlações estatisticamente significativas entre espiritualidade (bem-estar espiritual) e melhor qualidade de vida. Assim, no estudo agora publicado, foi verificado que quanto mais elevados os índices de espiritualidade do doente, maior era a sua qualidade de vida geral, nomeadamente ao nível do seu bem-estar físico, funcional e emocional. O que isto quer dizer é que, de uma maneira geral, os doentes que apresentavam índices de espiritualidade mais elevados sentiam menos os efeitos secundários do tratamento, como os enjoos e as náuseas, apresentavam menos dores, dormiam melhor, sentiam-se menos cansados e tinham maior prazer nas suas actividades diárias.

Como é fácil de perceber, estes resultados podem ter implicações clínicas importantes, mas também, potencialmente, económicas, uma vez que estes doentes necessitaram de menos actos médicos para combater alguns dos efeitos secundários que normalmente acompanham o tratamento de quimioterapia.

Ao longo do artigo, embora de forma resumida, tenta-se explicar de que forma uma dimensão não física ou não material, como a espiritualidade, pode influenciar uma dimensão física ou material, como é o caso do corpo humano. As diferenças conceptuais entre religiosidade e espiritualidade são também abordadas, uma vez que cientificamente e a nível de investigação são considerados constructos independentes. Por fim, são sugeridas algumas medidas que os autores consideram importantes e que poderiam ser implementadas no sentido de ajudarem o doente a desenvolver o seu bem-estar espiritual, nomeadamente através da busca de sentido para a sua vida e para as actividades diárias que muitas vezes tomamos como garantidas e desprovidas de significância, mas também para a própria doença. Aqui, o Apoio Psicológico e os grupos de ajuda mútua são importantíssimos e deveriam ser mais desenvolvidos e apoiados.

Numa altura em que muito se tem falado sobre a importância ou não da religiosidade e da espiritualidade em contexto hospitalar, os dados agora disponibilizados por este trabalho de investigação podem assim dar mais um contributo para a discussão sobre esta temática.

Este trabalho, da responsabilidade do psicólogo João Paulo Pestana, contou ainda com a colaboração de mais dois investigadores, o Dr. David Estevens (Director Clínico do Serviço de Psiquiatria do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio - Portimão - e o Professor Doutor Joseph Conboy, docente no Instituto Superior Dom Afonso III (INUAF), em Loulé.


in http://www.aoa.pt
Postado por Isa às 17:59
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar

.Eu

.Contacto

isabelguerreiro@net.sapo.pt

.links

.posts recentes

. Até sempre...

. Seis recomendações para e...

. Oncologia no Alentejo

. Serpa: Rastreio Cancro da...

. O ultimo

. Venha Correr ou Andar por...

. 4 anos daminha reconstruç...

. "A batalha que nós não es...

. Uma historia de vida, nes...

. Um dia pela Vida...

.arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.favoritos

. Está a chegar o final do ...

. Tia Bia

. Novo passo no tratamento ...

. Avó Nena

. Tia Bia

. Amor

. Mãe

. Pai

. Manas

. Obrigado

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar

 
Todos os artigos e matérias publicadas neste blog, bem como as informações sobre procedimentos de exames e diagnósticos aqui inseridos, têm carácter estritamente informativo e não devem ser utilizadas de forma alguma para a realização de auto-diagnóstico, auto-tratamento e ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

.últ. comentários

Boa tarde, onde se encontra um médico especialista...
Eu gosto do jeito que você escreve
Eu gosto de seu pensamento e sua maneira de escrev...
Gostaria de saber se alguém tem conhecimento de se...
Boa tarde,Por acaso estou a passar pela situação e...
Bom dia gostaria de saber uma informação como sou ...
Tenho linfoma cutâneo doença crônica e sem cura , ...
tumor benigno na cabeca do colo do femur. grau de ...
https://escritosdispersos.blogs.sapo.pt/222610.htm...
No processo de revisão ou reavaliação, o grau de ...

.mais comentados

44 comentários
28 comentários
25 comentários
24 comentários
23 comentários

.tags

. todas as tags